LEALDADE HUMILDADE PROCEDIMENTO

Minha foto
São Paulo, Mooca - SP, Brazil
Rodrigo Freitas - rodrigo_adefreitas@hotmail.com

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Elias: "Eu AMO o CORINTHIANS"



A segunda convocação para a Seleção Brasileira não mexeu com a cabeça de Elias. Pelo menos, foi isso que o volante garantiu na tarde desta sexta-feira. Para o camisa 7 do Timão, a visibilidade da camisa amarelinha não vai influenciar seu desejo de permanecer no Parque São Jorge.

- Estou com a cabeça no Corinthians. Enquanto eu estiver aqui, minha cabeça vai permanecer. Não penso em sair. Já falei que gostaria de assinar um contrato vitalício com o Corinthians, mas isso não é possível por causa da legislação. Eu amo esse lugar. Se eu cheguei à Seleção pelo Corinthians, não tem porque sair - afirmou.

Elias também comentou o amistoso da Seleção Brasileira contra a Argentina na semana entre dois jogos importantes do Corinthians na reta final da competição nacional, contra Cruzeiro e Vitória. Assim como Jucilei, o camisa 7 do Timão rechaçou qualquer problema para atuar nos dois jogos.

- Tenho de superar essa viagem cansativa. Fiz isso, joguei contra Ucrãnia e dois dias depois tinha um jogo contra o Vasco. Só que foram dois dias. Agora o jogo é na quarta e depois o Corinthians joga no domingo. Se depender de mim, eu jogo. O Jucilei também. Somos jogadores que nos destacamos pela força física - avisou.

O volante ainda lembrou que Roberto Carlos fez uma brincadeira com ele após a primeira convocação.

- Isso a gente guarda para nós. Coisa pessoal. Guardamos no vestiário. A gente fica sempre atento ao que ele fala. O Roberto falou par amim esses dias que não era para eu deixar a bola cair porque eu tinha sido convocado uma vez só e ele mais de 150 (risos). Ele acabou de falar para mim "segunda e última" - revelou Elias, sorrindo.

Em relação à participação de Ronaldinho Gaúcho no mesmo amistoso, Elias não escondeu a idolatria com o meia do Milan.

- É um sonho particular. É uma estrela do futebol, foi ele duas vezes eleito o melhor do mundo, campeão do mundo. Ele também foi cria do Ronaldo. Temos coisas em comum. Já convivi com o Fenômeno, acho que posso conviver com qualquer um - finalizou.

Convocados, Jucilei e Elias não desfalcam o Timão



Mano Menezes, técnico da Seleção Brasileira, convocou Elias e Jucilei para o amistoso contra a Argentina, no dia 17 de novembro, em Doha, no Qatar. A dupla corintiana, porém, não vai desfalcar o Corinthians no Brasileirao.

Tudo porque a CBF fez uma alteração na tabela da competição nacional. O confronto com o Cruzeiro, que promete ser decisivo em termos de título, foi antecipado do dia 14 (domingo) para o dia 13, às 19h30. Com isso, os dois volantes estarão no Pacaembu para enfrentar os mineiros

Pela programação, Elias e Jucilei jogam no sabado à noite, viajam domingo para o Qatar, atuam no amistoso na quarta-feira e, no final de semana seguinte, voltam a ficar à disposição de Tite no confronto com o Vitória.

Defederico e mais 3 são "rebaixados" para o time sub 23

Um passo atrás para dar dois a frente. Com esse pensamento, o argentino Matías Defederico pediu à diretoria e foi atendido: neste sábado, às 15h30, o meia-atacante vai atuar pela equipe sub-23 do Corinthians, em busca de ritmo de jogo.

A partida válida pela semifinal da Copa do Brasil Sub 23 será disputada na Arena do Jacaré, em Minas Gerais. Sem brilhar na equipe profissional e com menos espaço do que acredita merecer, Defederico terá a chance de atuar por 90 minutos e mostrar um pouco do futebol que o fez ser contratado pelo Timão, por quase R$ 10 milhões.

Além do argentino, outros três jogadores abaixo dos 23 anos atuarão contra o Galo: Boquita, Dodô e William Morais, que também vêm tendo poucas chances com Tite.

Os comandados do técnico José Augusto, se classificaram após empatar com o Palmeiras em 0x0 e vencer na cobrança de pênaltis, por 4 x 1. O destaque foi o goleiro Danilo Fernandes.

O outro jogo da semifinal, será entre Internacional x Vasco, no dia 03 de novembro, às 16h30, no Beira-Rio.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Flamengo 1x1 Corinthians



Após um primeiro tempo morno, Flamengo e Corinthians fizeram um segundo tempo movimentado, mas só empataram por 1 a 1 no Engenhão. Destaque para Ronaldo, que marcou sobre o seu time do coração e para Diogo, que quebrou o jejum e fez o seu primeiro com a camisa do Rubro-Negro. Agora o Corinthians assume a vice-liderança com os mesmos 54 pontos de Fluminense e Cruzeiro. Já o Flamengo chega aos 39 e continua correndo riscos de rebaixamento.

Vanderlei Luxemburgo surpreendeu na escalação e colocou a equipe para atacar o Corinthians, com três atacantes. Já Tite repetiu a mesma escalação que havia vencido o clássico contra o Palmeiras e com Ronaldo, muito vaiado pelos rubro-negros, no comando de ataque. Mesmo jogando em casa, o Flamengo pouco atacava e nos primeiros minutos o Timão dominou as ações. Aos oito, Ronaldo teve boa chance para marcar, mas finalizou em cima de Marcelo Lomba.


Dois minutos depois o Fla respondeu. Após boa jogada de Diego Maurício, Renato encheu o pé e obrigou Julio Cesar a fazer uma excelente defesa. O Corinthians teve nova chance, em falta cobrada por Roberto Carlos, que passou à direita de Lomba. Apostando em jogadas pela laterais, o Rubro-Negro tentava chegar e, mesmo com três atacantes, continua sendo pouco perigoso.

Aos 30 minutos, Ronaldo desafogou. Após ser vaiado e criticado, devido a sua torcida declarada ao Flamengo, Ronaldo recebeu de Bruno César, em posição legal, e tocou na saída de Marcelo Lomba abrindo o placar no Engenhão. Melhor em campo, o Timão continuou pressionando e o Flamengo, perdido, não assustava. A primeira etapa terminou com vitória dos paulistas.

O Corinthians voltou com a mesma equipe. Já Vanderlei mexeu no ataque, sacou Deivid e colocou Marquinhos. Logo aos dois minutos o gol de empate. Após escanteio cobrado por Marquinhos, Renato desviou e Diogo de cabeça mandou para a rede, para marcar seu primeiro gol com a camisa do Rubro-Negro.

O gol mudou a partida. As duas equipes se aventuraram na frente buscando desempatar a partida. Aos dez, Bruno César cobrou uma falta na intermediária, que explodiu no travessão de Marcelo Lomba. Aos 15, Diego Maurício arriscou de longe, após rebote da zaga e Júlio César fez a defesa.

Apostando na velocidade, os dois times continuaram levando perigo, mas a pontaria não foi boa. Luxemburgo até tentou mudar ao colocar Val Baiano na frente, mas nada de gol. O resultado acabou não sendo bom para nenhuma das equipes. O Flamengo agora volta as suas atenções para o difícil e direto confronto contra o Ceará, no Castelão. Enquanto o Corinthians recebe o Avaí, sonhando com o título.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 X 1 CORINTHIANS

Estádio: Engenhão Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 27/10/2010 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: Autemir Hausmann (RS) e Roberto Braatz (PR)
Renda e público: R$ 273.210,00 / 9.782 pagantes
Cartões amarelos: Maldonado (FLA); Ralf (COR)
Cartões vermelhos: Nenhum
GOLS: Ronaldo 30'/1ºT (0-1) e Diogo 2'/2ºT (1-1)

FLAMENGO: Marcelo Lomba; Léo Moura, Ronaldo Angelim, Wellinton e Juan; Maldonado, Willians (Corrêa, 16'/2ºT) e Renato; Diogo (Val Baiano, 27'/2ºT), Diego Maurício e Deivid (Marquinhos, intervalo). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, William, Chicão e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias (Defederico, 42'/2ºT) e Bruno César (Paulinho, 29'/2ºT); Iarley (Danilo, 29'/2ºT) e Ronaldo. Técnico: Tite

Corinthians x Urubuzada: vitória nas bilheterias



Se a torcida do Flamengo é a maior do Brasil, com a preferência de 17,2% dos torcedores brasileiros pelo menos dentro dos estádios a torcida do Corinthians (a segunda maior do país, com 13,4% da população torcendo a seu favor) pode se gabar de ser a maioral. Com uma média de 26.799 fiéis corintianos por rodada frequentando o Pacaembu, o Timão tem a maior média de público do Brasileirão 2010 (até o fim da 31ª rodada). Já o Rubronegro está apenas na quinta posição, com um público médio de 18.813 torcedores por jogo como mandante.

A vantagem do Corinthians pode ser explicada pela boa campanha da equipe no Brasileirão. Desde o início do campeonato, o Timão não saiu das primeiras posições da tabela, o que animou o torcedor a comparecer aos jogos do Alvinegro.

Por outro lado, o Flamengo viveu altos e baixos no campeonato, chegando a brigar para não entrar na zona de rebaixamento. Além disso, devido à reforma no Maracanã para a Copa do Mundo, o Mengão não está jogando no estádio favorito da sua torcida e tem mandado seus jogos no Engenhão, que fica em uma região de acesso mais difícil.

Em compensação, os ingressos para os torcedores cariocas são mais baratos que para os paulistas. Enquanto, no Engenhão, os ingressos custam entre R$ 30 e R$ 60, no Pacaembu, o torcedor deve desembolsar de R$ 30 a R$ 100 para ver o Corinthians em campo (sem contar os ingressos da área VIP, que custam R$ 180 e dão direito a translado para o estádio).

Os altos valores dos ingressos do Timão e a alta frequência dos torcedores no Pacaembu fazem o Corinthians liderar também o ranking das maiores arrecadações como mandante do Brasileirão, com uma arrecadação média de R$ 866.123,09 por partida. O Fla está na terceira posição com arrecadação média de R$ 423.663,33 por jogo, menos da metade da arrecadação do clube paulista.

Agora só resta saber se a torcida rubronegra marcará presença no Engenhão e ajudará seu time a vencer o Corinthians nesta quarta-feira ou se a torcida alvinegra é que vai comemorar a vitória e mais um passo em direção ao título do Brasileirão.

Confira abaixo o ranking completo dos clubes com maior média de público como mandante do Brasileirão 2010 (até a 31ª rodada):

1° Corinthians - 26.799
2° Ceará - 21.648
3° Fluminense - 21.472
4° Botafogo - 19.136
5° Flamengo - 18.813
6° Grêmio - 18.760
7° Internacional - 16.736
8° Atlético-PR - 16.617
9° Vasco - 15.520
10° Cruzeiro - 15.454
11° São Paulo - 13.070
12° Atlético-MG - 12.535
13° Palmeiras - 12.235
14° Vitória - 11.009
15° Santos - 9.603
16° Guarani - 8.084
17° Avaí - 8.080
18° Goiás - 7.336
19° Atlético-GO - 7.014
20° Grêmio-PP - 5.479

Campeão de 2010 pode ter o pior aproveitamento dos pontos corridos

O campeão brasileiro de 2010 pode ser o pior da Era Pontos Corridos. Atual líder do Brasileirão, o Fluminense conquistou 54 pontos em 93 disputados e tem apenas 58,06% de aproveitamento, superando a marca negativa que pertencia ao Flamengo, campeão no ano passado com 58,77% de rendimento.

O equilíbrio desde Brasileirão é tão grande que o próprio Fluminense voltou à liderança nesta rodada mesmo estando há cinco jogos sem vencer - a última vitória foi no dia 29 de setembro, há quase um mês, sobre o Avaí, em Volta Redonda. Atrás do Flu, estão Cruzeiro (também com 54) e Corinthians (53).

A título de curiosidade, o campeão brasileiro com o pior aproveitamento da História foi o Coritiba, em 1985, com 49,4% de aproveitamento. O levantamento levou em conta o sistema de três pontos para a vitória e um para empate. Antes de 1995, a vitória valia apenas dois pontos - com exceções em 75, 76, 77, 78 e 88.

O melhor campeão brasileiro nos pontos corridos foi o Cruzeiro em 2003. Na ocasião, a Raposa fez uma campanha avassaladora, com 100 pontos conquistados e 102 gols marcados, com aproveitamento de 72,5%. Desde 1971, o maior aproveitamento foi o do Internacional, no título de 76 (84%).

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Parabéns Julinho



Depois de pouco mais de um mês, o Corinthians pode voltar à liderança do Campeonato Brasileiro às 22h desta quarta-feira, contra o Flamengo, no Engenhão.

Em grande fase, Julio Cesar escolheu justamente o retorno ao topo da tabela como o presente ideal para celebrar o seu aniversário – completa 26 anos no dia do início da 32ª rodada do Nacional.

– Vai ser a primeira vez que eu vou jogar no dia do meu aniversário. Espero que seja um dia muito especial e que a vitória venha como presente – declarou ao LANCENET!.

Para pular da terceira para a primeira colocação, o Timão tem de vencer no Rio de Janeiro por um resultado simples. Em caso de vitória, somará 56 pontos e ultrapassará Cruzeiro e Fluminense, ambos com 54 pontos, que enfrentam o Grêmio Prudente (fora) e o Grêmio (em casa), no fim de semana. Se empatar com o Fla, sobe para a segunda posição, pois supera os mineiros no critério de maior saldo de gols.

Com a volta de jogadores lesionados, o Corinthians retomou a espinha dorsal da equipe e a consistência defensiva está de volta no Parque São Jorge. Já são duas partidas sem Julio Cesar buscar a bola no fundo da rede: triunfo por 1 a 0 sobre o rival Palmeiras, no último fim de semana, e igualdade com o Guarani, na rodada anterior.

– Houve uma mudança de postura da equipe e na organização também. Tite nos motivou bastante e deu atenção especial às jogadas de bolas paradas. Nossa disposição está bem maior – completou o camisa 1.

No clube desde 2000, mas titular absoluto a partir de julho, com saída de Felipe para o Sporting Braga (POR), Julio Cesar coleciona grandes defesas em 2010. No domingo, parou Marcos Assunção nas faltas. Contra o próprio Flamengo, por exemplo, havia feito um milagre no último lance da primeira partida das oitavas de final da Libertadores - arremate de Vinicius Pacheco no último lance do jogo no Maracanã.

Nesta quarta, será a vez de segurar os fortes chutes de Renato Abreu e o Flamengo, que, apesar de estar em 13 lugar, não deixa de vazar o adversário desde o dia 13 de setembro, quando perdeu para o São Paulo por 2 a 0. Desde então foram 20 tentos em 11 jogos – média de 1,8 gol por embate.

– Já joguei com Renato no Corinthians (em 2005) e sei que tem uma pancada no pé esquerdo. Tem de ter muita atenção durante todo o jogo.
Religioso, Julio carrega no punho uma pulseira com os dizeres “Por um milagre”, da igreja que frenquenta em Guarulhos (SP). O Engenhão será palco de mais milagres?

Goleiro da seleção inglesa trocou de time porque estava bebado



Goleiro da seleção inglesa, contrato com um time da Premier League... David James foi parar no Bristol City, da Segunda Divisão do país, no início da temporada. E a mudança da água para o vinho, segundo o próprio jogador, se deu por causa do efeito do álcool.

- Como vim parar aqui? Confesso que não fazia parte dos meus planos. Pensei: ou continuava no Portsmouth, ou iria para outro clube da Primeira Divisão... Ou me mudava para a Escócia - disse em entrevista publicada pelo "The Guardian".

- Recebi um telefonema de um número desconhecido na manhã seguinte à minha despedida de solteiro. Não costumo atenter, mas ainda estava bêbado e atendi. Para o meu espanto, era o Steve Coppel (treinador do Bristol). Se fosse outra pessoa eu sequer consideraria a proposta, mas meu respeito por ele é tanto que o Bristol City se tornou uma grande oportunidade - concluiu, dizendo que enfrentar um desafio e viver perto da terra natal o motivaram a assinar com o clube.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Quem me conhece...sabe quem eu sou




Quem me conhece sabe quem eu sou
Quem me conhece sabe quem eu sou
Quem me conhece sabe quem eu sou
Quem me conhece sabe quem eu sou

Sou do samba, sou da massa
Sou um cara boa praça
Solidão não me abraça, tenho meu amor
Ganho a vida no talento
Sou movido a sentimento
Caminhando contra o vento
Vou seguindo, eu vou

Quem me conhece sabe quem eu sou
Quem me conhece sabe quem eu sou

Brasileiro, batuqueiro
Canto samba o ano inteiro
E no mês de fevereiro sou pomba rolo
Sei fazer chorar cavaco
No pandeiro eu dou supapo
Se rolar um dois por quatro
Me convida que eu já vou

Vivo pra cantar, canto pra viver
É o que eu sei fazer, é o que me dá prazer
É meu dom, minha vida
É a luz que invade meu ser
Vivo pra cantar, esse é o nosso elo
É o amor que nos une, é o carinho sincero
Quando estou cantando, tudo fica mais belo

Quem me conhece sabe quem eu sou
Quem me conhece sabe quem eu sou

Faço samba, jogo bola
Levo a criança pra escola
Quando dá entro de sola
Tenho o meu valor
Levo a vida na humildade
Pode crer, não sou covarde
Com ninguém tenho maldade
Louvo ao Senhor

Flabajara...Huuuuuuuuuummmmmmm boiolas

R9, o que importa é o CORINGÃO!!!

Ae, cumprimo nossa obrigação no domingão. Não dava pra ficar perdendo mais ponto pra timeco dentro do Pacaembu. Já tinha dado brecha demais contra Ceará, Atlético-GO….

Amanhã já temo mais um compromisso. É o jogo que vai levar a gente pra liderança de novo.
E nóis não vamo mais sair de lá.

Quero mandar um salve aos manos que representaram contra o Guarani da capital. É sempre assim. Tâmo junto. Hoje vâmo pegá o flamenguinho, aquele time fraco que ganhamos duas vezes em 2010. E vamos com Ronaldo em campo.

Aê, Fenômeno, tâmo junto. Não liga pras coisas que os carioquinhas vão fazer. Lembra que a Fiel vai tá junto de você, eternamente! Lembra de nóis! É nóis junto e misturado!

O chileno deles deve tá no buraco




Na verdade, eu até pensei que seria difícil o clássico, mas foi mais fácil que jogar contra o Guarani de verdade.
Os verdinhos de Perdizes não deram nem graça.E eles ainda falaram que um tal chileno ia deitar e rolar em cima do Coringão.
Parece que o Guarani da capital esqueceu esse chileno naquele buraco no deserto tá ligado, acho que o elevadorzinho não salvou esse aí porque no Paca eu não ví ele não!!!
Tô vendo que eu vô te que economizar um troco pro fim do ano pra comemorar o penta.

Tá vendo aquela lua

Te filmando eu tava quieto no meu canto
Cabelo bem cortado, perfume exalando
Daquele jeito que eu sei que você gosta
Mas eu te dei um papo e você nem deu resposta

Tudo bem um dia vai o outro vem
Você deve estar pensando em outro alguém
Mas se ele te merecesse não estaria aqui
Não, não, não

Ou talvez você não queira se envolver
Magoada ta com medo de sofrer
Se me der uma chance não vai se arrepender
Não, não, não, não, não

Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu?
Se você me pedir eu vou buscar só pra te dar
Se bem que o brilho dela nem se compara ao seu
Deixa eu te dar um beijo, vou mostrar o tempo que perdeu

Que coisa louca, eu já sabia
Enquanto eu me arrumava algo me dizia:
Você vai encontrar alguém que vai mudar
A sua vida inteira da noite pro dia

Um beijo

Foi só um beijo
Não crie histórias
Deixe que o tempo
Diga a trajetória
Não force a barra
É bem melhor ficar assim
Você já sabe
Que é uma fase difícil pra mim
Sair de um relacionamento complicado
Ainda dói demais lembrar
Desse passado
Preciso dar um tempo
E curtir a minha solidão
Esta tudo tão recente
No meu coração

Beijos não são contratos,
Nem promessas
Só quero tempo
Agir sem pressa
Se tiver que ser
Vai acontecer

Sei que foi bom,
Mas não pressione agora
Quem sabe um dia chega a hora
De viver, só pra você
Só pra você

Demorô

Andei pensando eu você;
E te liguei pra dizer, o que eu não tinha coragem...
Temos um lance legal, por isso não leve a mal;
Ficar mentindo é bobagem.
Paguei um pau pra você, pelo teu jeito de ser;
E o meu palpite é que a gente, tem que arriscar...
Diz que sim pra gente ver no que vai dar...

Demorô, "cê" tá fazendo charme pra ficar comigo...
Teu sorriso, me chama, me chama...
Demorô, a nossa amizade já virou paixão,
Vou pedir de coração, me ama, me ama...

Volta meu amor

A uma coisa que marca
No momento magoa o meu coração
Ando sempre cabisbaixo
Não tenho coragem de olhar pra niguém
Eu falei coisas estranhas perdi o controle
E sei me conter
Foi embora chateada,mais acho que agora eu perdi você
Aí coração porque o ciúme por que essa paixão
Meu coração larga desse custume só deixa a emoção
Aí coração por que o ciíme por que essa paixão
Meu coração larga desse custume só deixa a emoção

Volta meu amor vem mi proucurar
Sem você não sou feliz sem você não tenho paz

Vem me ver

Nós temos tudo pra dar certo
O coração está deserto
Eu tô querendo teu carinho
Você também querendo dar
Vamos matar nosso desejo
E viajar num longo beijo
Já é uma realidade
Essa vontade de amar

Estou dizendo uma verdade
Não quero morrer de paixão
Você é a felicidade
Que falta no meu coração

Noite de luar dia de sol
Já deixei a praia e o futebol
Pra ficar pensando em você
Deixa de orgulho e vem me ver

Quando o Sábado Chegar

Quando o sábado chegar
Nossa vida vai mudar
Um abraço, um olhar
Amor a noite inteira
Os nossos corpos vão dançar
E se admirar
Que esse momento é nosso
Nosso amor é infinito
Diferenças irão jamais
Nos alcançar, nos vencer
A luz se acende, suplica
Pra eu te beijar
As pessoas vão dizer
Mas nem ligo o que fazer
hoje eu quero é te ver, feliz
Tava morrendo de saudade
Tava morrendo de saudade
Tava morrendo de vontade é
Tava querendo dançar com você
Bailar com você....yê yê..

Com você....com você
Com você....com você

Paulistão 2011 - de cara nova




O Paulistão de 2011 terá uma nova cara. Agora, oito times se classificam para a segunda fase na competição, que terá apenas um jogo nas quartas de final, um na semifinal e duas partidas na final. A nova fórmula foi aprovada pela diretoria dos 20 clubes participantes, em reunião nesta terça-feira, na sede da Federação Paulista de Futebol.

O campeonato terá novidades também na arbitragem. Desta vez, seis árbitros estarão em campo: o trio de arbitragem tradicional, mais o quarto árbitro e dois auxiliares, um atrás de cada gol.

As quartas e semis terão apenas uma partida por falta de datas no calendário da CBF para o próximo ano. Com a medida, mais times terão a chance de disputar a fase final do Estadual, que começará 16 de janeiro e terá seu encerramento no dia 15 de maio, quando acontece o último jogo.

A decisão é também uma forma de não deixar os quatro clubes grandes de São Paulo de fora das fases decisivas. Neste ano, Palmeiras e Corinthians não conseguiram se classificar, porque o regulamento permitia que apenas quatro times passassem para as semifinais.

- Queremos aumentar a competitividade do Campeonato Paulista com essa decisão. Acho até que a possibilidade de outros times se classificarem ficará mais igualitária - afirmou o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero.

Para o presidente do Santos, campeão de 2010, a decisão diminui a chance de alguns times se classificarem precocemente.

- Eu achei a nova formula bastante atraente. Os clubes não se classificam precocemente e ainda aumenta a competitividade - afirmou o dirigente santista.

Aliás, apenas o Peixe foi representado pelo seu presidente. O São Paulo enviou Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, diretor do clube, enquanto Wlademir Pescarmona, diretor de futebol do Verdão, representou o Palmeiras. Já pelo lado do Corinthians, nem Andrés Sanchez nem Mário Gobbi estiveram presentes.

Pela tabela do campeonato que foi divulgada na reunião, os horários e os estádios ainda não estão definidos. O Santos, por ser o campeão da ultima edição do torneio, deve ter o show de abertura antes do jogo contra o Linense, em Lins, no dia 16 de janeiro (domingo). O Corinthians estreia contra a Portuguesa, o Palmeiras contra o Botafogo e o São Paulo, contra o Mogi Mirim, todos também no dia 16.

O Guaratinguetá, que já anunciou a mudança para Americana no fim da Série B deste ano, ainda consta na tabela como Guaratinguetá, apesar de Marco Polo afirmar que a mudança já está sendo feita.

Confira a primeira rodada completa do Paulistão 2011:

16/1/2010 - Linense x Santos
16/1/2010 - Mogi Mirim x São Paulo
16/1/2010 - Corinthians x Portuguesa
16/1/2010 - Palmeiras x Botafogo
16/1/2010 - Noroeste x Santo André
16/1/2010 - Guaratinguetá x Bragantino
16/1/2010 - São Bernardo x Grêmio Prudente
16/1/2010 - Mirassol x Ponte Preta
16/1/2010 - Paulista x Ituano
16/1/2010 - Oeste x São Caetano

Estádio da abertura da Copa sai até fim de novembro

A definição sobre o estádio que sediará a abertura da Copa do Mundo de 2014 sairá até o fim de novembro.

A promessa foi feita pelo governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), em evento na manhã desta terça-feira, que tratou sobre Copa do Mundo e Olimpíada e teve a presença do ex-primeiro ministro britânico Tony Blair.

Segundo Goldman, tudo caminha para que o futuro estádio do Corinthians receba mesmo a partida inaugural do Mundial.

– Estamos conversando com todas as partes privadas envolvidas e as coisas estão caminhando bem. Até o fim do próximo mês teremos uma definição - afirmou.

Corinthians deve fechar o ano com R$ 110 mi de dívida

O Corinthians deve fechar em cerca de R$ 110 milhões a dívida consolidada no final do ano. Segundo o diretor financeiro, Raul Corrêa, o montante ficará acima do previsto por conta dos investimentos no CT Joaquim Grava. Em janeiro, o presidente André Sanchez chegou a prometer a quitação das dívidas até o fim do mandato, em 2011.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Santa Cruz: Debate entre candidatos será televisionado



Os candidatos a presidência do Santa Cruz, tradicional clube pernambucano que está em crise econômica e técnica – não passou da segunda fase da Série D – vão fazer um debate ao vivo na TV Record. Antonio Luis Neto representa a situação e Sérgio Murilo, a oposição. A eleição será na próxima quinta feira e é indireta.

Só você meu CORINTHIANS

Só você, meu Corinthians... que aceita todo tipo de gente, que não liga se a pessoa é pobre, rica, se é negra ou branca, se mora na favela ou EUA, se é católica ou não.

Só você, meu Corinthians... que faz seus rivais sentirem inveja da gente, do que a gente é, do que a gente representa pro nosso país.

Só você, meu Corinthians... que faz um simples carrinho no meio de campo ser tão importante quanto um golaço de placa.

Só você, meu Corinthians... que arrasta mais de cinco mil torcedores numa sexta à noite, só para ver um jogo de futsal ou basquete.

Só você, meu Corinthians... que, sem esforço, não deixa nossos filhos, sobrinhos e netos torcerem pra qualquer time que não é você.

Só você, meu Corinthians... que me deu a chance de ver o maior jogador de todos os tempos vestir a camisa 9 por meses e meses.

Só você, meu Corinthians... que faz a gente chorar dia 2 de dezembro de 2007 e, dias depois, faz nóis lotar a loja do clube em busca de uma simples camiseta branca, escrita “Nunca Vou te Abandonar”.

Só você, meu Corinthians... que faz estrangeiros verem você por apenas 90 minutos e passarem a ser uns loucos varridos por você.

Só você, meu Corinthians... que motiva mais de 70 mil pessoas a sairem de São Paulo e viajarem 450 km só para te ver por 90 minutos.

Só você, meu Corinthians... fica 23 anos sem ganhar nada e multiplica seu número de seguidores.

Só você, meu Corinthians... que faz os rivais torcerem mais contra você do que a favor deles mesmos.

Só você, meu Corinthians... que me alegra quando me faz sair de casa para vê-lo jogar, por alguns minutos, não importando qualquer outro passeio nem adversário.

Só você, meu Corinthians... que faz seus súditos conviverem com o amor e o ódio de maneira única.

Só você, meu Corinthians... que faz a gente comemorar Copinha como se fosse um título mundial.

Só você, meu Corinthians... que faz de um título apenas parte da alegria de ser corintiano.

Só quem é, sente e vive você, meu Corinthians, sabe o que é !!!

Só quem é sabe o que é!!!!!!!

São José: Série A2 custará R$ 300 mil mensais



O presidente do São José, Robertinho da Padaria, revelou, na cerimônia em que tomou posse do cargo, realizada na última sexta-feira, o valor que pretende gastar com o time da Águia do Vale durante o Campeonato Paulista da Série A2. De acordo com o dirigente, as despesas serão em torno R$ 300 mil mensais.

— O futebol na Série A2 é caro. Um elenco competitivo fica entre R$ 180 mil e R$ 250 mil. E, com as despesas extras, um custo mensal de R$ 300 mil – afirmou.

Como considera esse valor alto, Robertinho da Padaria pretende continuar a busca por parceiros e patrocinadores. O plano do cartola é arrecadar as receitas até a primeira quinzena de novembro, para, em dezembro, ter um time montado e já treinando para o Estadual, que começa no dia 15 de janeiro.

— Sei quais são as minhas responsabilidades e obrigações como presidente, mas o São José deve ser visto como o time de uma cidade inteira. Por isso, vou continuar pedindo ajuda, porque peço para o clube e não para mim.

domingo, 24 de outubro de 2010

PSV 10x0 Feyenoord

O PSV humilhou o Feyenoord neste domingo, no estádio Phillps, pela 10ª rodada do Campeonato Holandês: 10 a 0, com três gols do atacante brasileiro Jonathan Reis. Foi a maior derrota que o time visitante já sofreu em sua história.

A goleada mantém o PSV sozinho na liderança, agora com 24 pontos. O segundo colocado é o Twente, que bateu o Den Haag por 3 a 2 e chegou a 22. O Ajax, em terceiro, soma 21, empatado com o Roda. O Feyenoord vive em crise, na 16ª posição, com oito.

Aos 21 anos, Jonathan Reis chegou ao PSV em 2007 após jogar nas categorias de base do Atlético-MG. No início deste ano, o atacante foi afastado do time por ter sido flagrado em um exame antidoping. Neste domingo, ele marcou o primeiro, o terceiro e o sexto gols da equipe neste domingo. Afellay, Toivonen, Lens (duas vezes), Dzsudzsak (duas vezes) e Engelaar também marcaram.

- Antes de um clássico sempre se espera um jogo apertado e um placar mínimo, por isso a surpresa por participar de uma vitória elástica como essa que já entrou para a história. Mas sem desmerecer o rival fizemos por merecer o placar. Acho que partir para cima e ficar sem firula é a melhor maneira de respeitar o adversário - disse o zagueiro Marcelo (ex-Santos), do PSV.

A vida do líder ficou mais fácil a partir dos 34 minutos do primeiro tempo, quando o jogo estava 1 a 0: Leerdam foi expulso e deixou o Feyenoord com um a menos. Oito gols da partida saíram na etapa final. Antes do vexame em Eindhoven, a maior derrota da equipe havia sido de 8 a 2 para o Ajax, em 1983.

Corinthians 1x0 porcada



Tite é o "rei" do Dérbi paulista. Em seu terceiro clássico (dois pelo Corinthians e um pelo Palmeiras), o treinador do Timão tem 100% de aproveitamento. Em sua reestreia pelo Timão, Bruno César fez o gol da vitória alvinegra por 1 a 0 sobre o Verdão, neste domingo, no Pacaembu. Triunfo que quebra uma sequência de sete jogos sem vitórias e ainda põe a equipe de volta na briga pelo pentacampeonato brasileiro. O Alviverde ficou ainda mais longe do G4 e sofreu a primeira derrota em nove partidas.

Apesar da vitória no clássico, o Timão permanece na terceira colocação. Mas a distância para o líderes Fluminense e Cruzeiro, que já foi de cinco pontos, agora caiu para apenas um.

O Corinthians pôde contar com quase todos os titulares do time, a exceção do atacante Jorge Henrique, que ainda se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda e só deverá voltar a jogar em 2011. De olho na Copa Sul-Americana e sem seus dois laterais titulares, Felipão improvisou e ainda poupou Valdivia, que recentemente lesionou sua coxa esquerda.

Com seu time "habitual", o Corinthians começou melhor o clássico. Como no primeiro turno, o Timão foi para cima e acuou o rival em seu campo defensivo. Nem os gritos de Felipão, que pediu para o Palmeiras não ficar tão recuado, surtiram efeito. Nervoso, o garoto Luis Felipe, que estreou na equipe principal neste domingo, deixou muitos espaços para o ataque alvinegro.

A pressão corintiana deu certo aos 22 minutos. Antes de marcar o gol, o Alvinegro já tinha finalizado quatro vezes contra nenhuma do Verdão. Na quinta, Bruno César acertou o pé. É verdade que a bola desviou em Marcos Assunção, mas o bom chute do camisa 10, da entrada da área foi indefensável para o goleiro Deola.

Melhor em campo e com a vantagem no placar, o Timão apostou na mesma tática do rival e recuou. Mas com Lincoln e Luan muito mal, o Palmeiras não conseguiu "copiar" o Corinthians. Melhorou na partida, passou a tocar a bola no campo ofensivo, mas sem assustar o goleiro Julio Cesar.

No intervalo, Felipão resolveu mexer na sua equipe. O meia Patrik entrou na vaga de Luis Felipe, perdido no primeiro tempo. Valdivia ficou com a vaga do inoperante Lincoln. O Palmeiras continuou melhor, mas sem a qualidade necessária para chegar ao empate.

Como de costume, a principal arma do Verdão foi Marcos Assunção. Mas Julio Cesar conseguiu fazer boas defesas em duas cobranças do volante palmeirense.

O Corinthians, muito melhor organizado do que na sequência sem vitórias, defendeu bem e tentou sair com qualidade no contra-ataque. Aos 34 minutos, o Timão ficou ainda mais tranquilo. Sem Valdivia, o único palmeirense que conseguiu armar alguma coisa para o seu time, voltou a sentir dores na coxa esquerda e saiu para a entrada de Dinei.

Sem sustos, o Corinthians só esperou o tempo passar para voltar a comemorar uma vitória. A torcida, que compareceu em bom número ao Pacaembu, fez a festa!

Agora os dois rivais tem partidas muito importantes em suas sequências. Na próxima quarta, ainda sonhando com o título, o Timão enfrentará o Flamengo, fora de casa. Já o Palmeiras enfrentará o Atlético-MG, no mesmo dia, na primeira partidas das quartas de final da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 0 PALMEIRAS

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 24/10/2010 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Carlos Berkencrock (Fifa-SC) e Gilson Bento Coutinho (PR)

Renda e público: R$ 1.085.683,50 / 32.391 pagantes
Cartões amarelos: William e Elias (COR); Marcos Assunção (PAL)
Cartão vermelho:
GOLS: Bruno César, 22'/1ºT (1-0)

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César (Danilo - 27'/2ºT); Iarley (William Morais - 36'/2ºT) e Ronaldo. Técnico: Tite.

PALMEIRAS: Deola, Luís Felipe (Patrik - Intervalo), Danilo, Fabrício e Rivaldo; Edinho, Marcos Assunção, Tinga e Lincoln (Valdivia - Intervalo) (Dinei - 34'/2ºT); Luan e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Com tosse, Ronaldo conversa com fãs pela Twitcam



Na véspera do clássico com o Palmeiras deste domingo, às 16h, no Pacaembu, um clima de descontração tomou conta do quarto de Ronaldo na concentração corintiana, em São Paulo.

Por meio da twitcam - aplicativo do microblog Twitter que permite transmissão ao vivo de vídeo -, o Fenômeno conversou com cerca de 14 mil fãs.

Além dele, Elias, Roberto Carlos, os goleiros Julio Cesar e Rafael Santos, William e Bruno César também participaram do bate-papo.

Entre muitas risadas e piadas contadas por eles, o atacante teve crises de tosse que, segundo ele, acontecem por estar fortemente gripado.

Durante a conversa, o Fenômeno resolveu passear pela concentração corintiana e caçoou bastante de Julio Cesar.

- Aqui está o meu maior pato nos treinos. Meto muitos gols nele - brincou.

Depois de caçoar do arqueiro, ainda trocou algumas palavras com Bruno César. Para fechar a transmissão, colocou uma música para tocar e ensaiou alguns passos de dança enquanto Elias comandava a conversa.

Adilson Batista: 'Desde 2001 eu não era mandado embora'

Em Curitiba desde a sua saída do Corinthians, no último dia 10, Adilson Batista deixou escapar que a ideia de deixar o clube depois de cinco jogos sem vencer partiu da diretoria, ao contrário do que as duas partes afirmaram publicamente.

– Desde 2001, sempre pedi para ir embora. Essa foi a primeira vez que fui mandado embora, com um consenso com Mário (Gobbi, diretor de futebol). A gente sabe o porquê, pela pressão de alguns torcedores – disse em entrevista à ESPN Brasil.

O técnico diz que foi procurado por dois clubes brasileiros que fogem da Série B e por mais três do Oriente Médio, mas quer permanecer em férias até o ano que vem.

No Timão, ele teve uma passagem curta de pouco mais de dois meses. Conquistou 49% dos pontos disputados: sete vitórias, quatro empates e seis derrotas.

Vamo pra cima do Guarani da capital!

Corintianos apostólicos romanos, é amanhã, mas já tô na pegada. Tá chegando a hora do superclassico! O barato vai ser louco. Paca lotadão, 90 minutos na garganta, empurrando o Timão pra cima do Guarani da capital. É nóis rumo ao penta! É nóis com o caneco no dia 5 de dezembro. Confia, Fiel!

A minha confiança nunca mudou. Ficamos sete sem ganhar e ninguém passou nóis. Quem teve chance, teve…quem tentou, tentou…agora já era! É tudo nosso! Tudo nosso!

O Guarani da capital, aquele time de verde de Perdizes, que sempre leva 8 mil pessoas pro estádio, que não ganha nada há mais de dez anos, que não tem nem estádio e fica jogando de aluguel em Barueri, o Guarani da capital que tem o mesmo número de título do São Caetano no século, que tá acabando, é o time que nóis vai bater no domingão.

Vâmo atropelar o verdinho de Perdizes. Sem dó. Me falaram que o tal mago vai jogar. O cara é chileno, quer que eu falo mais o quê? Chileno? Chileno? Hahahaha!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

São Caetano é obrigado a deixar sede administrativa




A fase do São Caetano não está nada boa. Depois da derrota em casa para a Portuguesa, na última terça-feira, pela Série B, o clube teve outra má notícia. Nas próximas semanas, o Azulão deve perder suas sedes social e administrativa. Em setembro último, a prefeitura ganhou ação na Justiça para cumprimento de lei, aprovada recentemente pela Câmara Municipal, que determina a devolução do terreno para o poder público. Agora, segundo o secretário de Esportes e Turismo, Mauro Checkin, restam apenas trâmites burocráticos para que sejam emitidas a ordem de despejo do clube e o mandado de segurança.


- Realizamos o pagamento das taxas para o ofical de Justiça normalmente e agora estamos esperando a publicação no Diário Oficial para darmos sequência ao processo e conseguirmos a reintegração de posse – assegurou Chekin.

A previsão para divulgação da ordem de despejo é até esta quinta-feira e no mesmo dia ainda deve ser emitido o mandado. Estima-se que em 15 dias a ordem seja cumprida e a Prefeitura retome o local.

O presidente do São Caetano, Nairo Ferreira de Souza, avisa que recorrerá a instâncias superiores da Justiça para evitar a perda das sedes.


- Não somos qualquer associação abandonada na cidade para ser expulsa dessa forma. O processo está no Tribunal de Justiça de São Paulo. Vou recorrer a todas as instâncias para manter a sede social aqui – declarou.


O mandatário também não descarta uma medida drástica: levar o clube para outro município. Segundo ele, algumas cidades do interior já demonstraram interesse em abrigar o Azulão.


- Não queremos deixar a cidade, mas se o São Caetano não está agradando aqui, existe a possibilidade de sairmos – admitiu.

Na comunidade de um site de relacionamentos, alguns torcedores do Azulão pretendem divulgar um abaixo-assinado pela permanência do clube no município de São Caetano. Os torcedores pretendem coletar o maior número de assinaturas na cidade.


ENTENDA O CASO

A area ocupada pela atual sede de administração do clube, localizada no bairro Cerâmica, próximo do parque Chico Mendes, foi cedida à associação em 1999. No mandato do atual prefeito, José Auricchio Júnior, no cargo desde 2005, a prefeitura conseguiu na Câmara a aprovação da lei de Municipalização, que revoga o direito de comodato de clubes e associações em terrenos públicos.

Diante da situação, o São Caetano se recusou a sair do local e o impasse foi para a Justiça. No entanto, a juíza Valéria Pinheiro Vieira, concedeu no mês de setembro liminar favorável ao município. O time recorreu da decisão e deve levar o caso para o Supremo Tribunal Federal (STF).

O objetivo da Prefeitura é erguer um centro cultural no local, pois segundo eles, o espaço é público e deve ser utilizado pela comunidade. Com isso, a Administração das áreas volta ao município e devem ser abertas a população de forma gratuita.
O espaço onde está instalado o Anacleto Campanella, conta com a estrutura de piscinas, quadras e salas para aulas de lutas e danças. Atualmente o clube possui cerca de quatro mil sócios.

Presidente do Timão enaltece Ronaldo e lamenta por Souza e Defederico

Nas entrevistas coletivas, o presidente Andrés Sanchez evitar dar palpite ou comentar a participação dos jogadores individualmente. Porém, durante uma palestra para alunos do Mackenzie, na última quinta-feira à noite, o mandatário do Corinthians falou sobre três dos atuais representantes do atual elenco.

Em relação a Ronaldo, Andrés voltou a enaltecer a presença do Fenômeno que, além de gols, trouxe cifras milionárias ao clube desde sua chegada, em dezembro de 2008.

- É o jogador mais barato que o Corinthians tem, e olha que ele ganha 1 milhão e 600 mil reais por mês! O que o Corinthians cresceu em mídia e torcida é impagável. Qualquer coisa que ele faz, é manchete no mundo inteiro o "gordo do Corinthians"...- lembrou.

Andrés também comentou sobre a participação de Matías Defederico com a camisa do Timão. O presidente não escondeu sua decepção, mas garantiu que ainda tem esperança de ver o argentino brilhar no Parque São Jorge.

- Não foi tudo o que esperávamos. Ele custou cinco milhões de dólares (cerca de R$ 8,3 mi). Tem potencial, veio de um time sem base e estamos tentando... Não perdi as esperanças ainda - afirmou.

Souza foi outro alvo dos estudantes. Questionado sobre o gesto do atacante em São Januário, Andrés não escondeu sua reprovação e deu a entender que seu futuro é fora do Parque São Jorge.

- O gesto que ele fez não foi para a torcida do Corinthians, foi para os vascaínos. Como torcedor, lógico que queria matá-lo. Mas quando abrir a janela em dezembro, têm clubes interessados...- lembrou Andrés, que aproveitou para explicar a participação intensa do empresário de Souza.

- Carlos Leite só tem três jogadores no Corinthians: Souza, Eduardo Ramos e Wellington Saci. Pelo Herrera, teríamos de pagar um milhao e meio de dólares. O Souza custou um milhão de Euros, e ganha 200 mil por mês. Quem quis o Souza foi o Mano Menezes - finalizou Andrés, comentando sobre a escolha de Souza e a saída do argentino, atualmente no Botafogo.

Andrés: 'Estádio sem déficit só para nós e o Flamengo'

O presidente Andrés Sanchez acredita que apenas dois clubes brasileiros têm condição de ter um estádio e fechar o ano com superávit: Corinthians e Flamengo.

A afirmação do mandatário alvinegro foi dita durante uma palestra aos alunos da faculdade Mackenzie na noite da última quinta-feira.

Só existem dois times no Brasil que podem ter um estádio sem déficit: Corinthians e Flamengo. Eu não estou brigando pela abertura da Copa, e sim, para que aconteça em São Paulo. Se alguém vier e pagar o excedente, faremos o estádio para 70 mil. Se o Fielzão vai receber a abertura ou não, vocês vão saber nos próximos dias - afirmou o mandatário.

A futura arena do Corinthians, segundo o mandatário do Timão, já está saindo do papel. Andrés revelou que, em dezembro, os torcedores poderão ver as máquinas trabalhando no local.

- As obras já começaram na parte de infra-estrutura. Em dezembro, começa 100% as obras para um estádio de 48 mil pessoas. Eu sempre quis Itaquera, porque o terreno é grande. Muitas coisas cresceriam em todo o bairro - lembrou.

Em relação à venda do naming rights (propriedade sobre o nome) do estádio, Andrés lembrou que ainda não há um valor correto, mas afirmou que a obra terá um custo de 400 milhões de reais.

- Não sabemos quanto vale o naming rights, é uma coisa nova no Brasil. Sabemos que precisa de 400 milhões para fechar a operação financeira - avisou o presidente, que não perdeu a chance de ironizar os moradores do entorno do Pacaembu.

- O sonho do corintiano é o estádio de futebol. Tentamos por um ano e meio o Pacaembu, mas os ricos de Higienópolis não aceitaram... Quero ver quando o Corinthians parar de jogar lá...- desafiou.

Por fim, Andrés lembrou que os valores altos dos ingressos da Libertadores foram bem recebidos pela torcida.

Trajédia no Paraná: Jogador de futebol morre em treino físico

O atacante Rodrigo José da Silva, também conhecido como Dill, 25 anos, morreu na manhã de ontem após passar mal durante um treino físico, numa academia de Cianorte, cidade localizada no Nordeste do Paraná. O atacante teve uma parada cardíaca e chegou a desmaiar antes de ser socorrido por funcionários da academia. O socorro médico foi acionado, mas Dill não resistiu e nem sequer foi hospitalizado.

Sem clube no momento, o atacante disputou o último Campeonato Paulista pelo Oeste de Itápolis. Dill já estava apalavrado com o Arapongas para disputar a Série A do Paranaense do ano que vem e, no dia 12 de novembro, realizaria exames médicos para formalizar a contratação. O jogador também teve passagens por Galo Adap, Cianorte e Corinthians-PR.

– Trabalhei com ele no Corinthians-PR e tenho certeza que seria uma de nossas referências no campeonato de 2011. Só tenho a lamentar e, ao mesmo tempo, pedir que Deus dê conforto para a família neste momento – declarou Lio Evaristo, técnico do Arapongas, que pediu a contratação do atacante.

O corpo de Dill será velado na Comunidade Cristã, em Cianorte




Com a palavra - Adir Kist - Diretor de Futebol do Cianorte:


"Dill chegou ao Cianorte em 2006 e ficou no clube até 2008. Chegamos a trabalhar juntos apenas dois anos. Era uma pessoa maravilhosa, atencioso com tudo mundo, sempre solícito e um ótimo jogador.

Enquanto Dill esteve no Cianorte, foi um dos atletas que mais participava dos jogos. Não apresentou quase nenhum problema de saúde e tinha uma condição física de dar inveja a muitos jogadores. Sua morte caiu como uma grande surpresa. Foi um choque. Ninguém esperava.

Em 2008, ele saiu do clube por opção, mas sempre deixou as portas abertas para retornar no futuro. Dill sempre passava férias em Cianorte, inclusive, casou aqui e adotou a cidade.

O detalhe mais triste nesta fatalidade foi ter deixado a esposa grávida de oito meses e meio. Cianorte está muito triste e houve uma comoção muito grande"

Roberto Carlos minimiza polêmica: 'Corinthians é campeão Mundial'



Roberto Carlos causou polêmica nesta quinta-feira ao tratar do Mundial de Clubes da Fifa ganho pelo Corinthians em 2000. O lateral-esquerdo, que disputou a competição pelo Real Madrid, garantiu em entrevista à ESPN Brasil que os jogadores europeus vieram ao Brasil a passeio (clique aqui e leia as declarações). A afirmação pegou mal entre os torcedores do Timão.

- O Corinthians é campeão legítimo do Mundial e eu não tive a menor intenção de desmerecer a conquista do do clube - afirmou em nota divulgada no site oficial do clube.

Segundo o lateral, os clubes europeus sofreram com o calor do verão brasileiro, em janeiro de 2000. Mas negou que por isso os jogadores teriam boicotado o Mundial.


- Só disse que, na verdade, os clubes europeus valorizam mais a Champions League que o torneio intercontinental. E que sempre é assim, mas isso não tira o mérito do Corinthians, nem tão pouco de qualquer outro clube que tenha vencido o torneio - afirmou o lateral.

Outra polêmica foi o termo usado por Roberto Carlos para tratar do Mundial. Mais cedo, o lateral-esquerdo tratou o torneio como "Mundialito". Depois da polêmica, o camisa 3 do Corinthians explicou motivo para ter usado o termo polêmico:

- Se você fizer uma pesquisa nos jornais da época, verá que a imprensa espanhola usava esse termo para o torneio. Mas o que vale é que a Fifa definiu esse e os outros torneios como Mundial Interclubes. Não iria de forma alguma falar algo que fosse contra as conquistas passadas do Corinthians.

Roberto Carlos desdenha do Mundial do Corinthians



Hoje a segunda maior estrela do elenco do Corinthians, Roberto Carlos desdenhou da principal conquista da equipe paulista. Jogador do Real Madrid (ESP) em 2000, o lateral afirmou que muitos jogadores vieram ao Brasil a passeio para disputar o Mundial de clubes da Fifa.

- Era um Mundialito. Mas, sinceramente, muitos jogadores do nosso time ficavam acordados até às 5h, 6h. O pessoal não dormiu, muitos vieram aqui a passeio - revelou em entrevista à ESPN Brasil.

Na competição intercontinental vencida pelo Corinthians, o principal título internacional do clube, Roberto Carlos atuou pelo Real Madrid contra o Timão. Na ocasião, empate por 2 a 2 no Morumbi.

Outra grande equipe de futebol europeu que veio ao Brasil foi o Manchester United (ING). O time inglês ficou no grupo do Vasco da Gama, com sede no Rio de Janeiro.

- Além do mais, os times europeus enfrentaram um calor enorme. O pessoal do Manchester United, então, lá no Rio, ficava só na piscina - completou RC.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Torcedor protesta e queima camisa do Guaratinguetá



Não foi apenas o empate com Icasa que marcou a terça-feira do Guaratinguetá. Os torcedores do clube protestaram nas arquibancadas do Estádio Dario Rodrigues Leite contra a má fase e a confirmação da mudança de sede do Guaratinguetá para a cidade de Americana. Exaltado, um torcedor chegou a queimar a camisa do clube. Crédito da foto: Futura Press.

Tite desembarca e mostra confiança no título brasileiro



Tite já está no Brasil. O novo treinador do Corinthians desembarcou na tarde desta terça-feira, no aeroporto de Cumbica, e concedeu sua primeira entrevista. Confiante, o gaúcho falou sobre a possibilidade de o Timão conquistar seu quinto título brasileiro.

- A equipe tem todas as condições de ser campeã brasileira. Pelo que eu assistia pela televisão, até pouco tempo atrás, o Corinthians era o que jogava o melhor futebol da Série A. Quero retomar isso. Para mim, pesou bastante o Corinthians - afirmou Tite, que desembarcou em meio à multidão de fotógrafos, jornalistas e cinegrafistas.

Essa é a segunda passagem de Tite pelo clube. O treinador falou sobre a volta ao clube onde trabalhou entre 2004 e 2005.

- Independente do projeto de disputar o mundial pelo outro clube, o Corinthians é especial - lembrou o comandante, que ainda falou sobre o perfil do comandante de Ronaldo, Roberto Carlos & Cia.

- Chegou uma pessoa com experiência, com a intenção de contribuir com o grupo - completou.

No entanto, Tite negou que seja o "salvador da pátria" corintiano. Depois de uma crise que culminou na saída do técnico Adilson Batista e nos vários protestos da torcida alvinegra, o treinador foi contratado com a missão de buscar o título nacional. Tanto que assim que apareceu no saguão do aeroporto, foi recebido por um torcedor que lhe deu uma camisa com os dizeres "Seja bem-vindo, Tite, futuro campeão brasileiro de 2010".

- Não (sou o salvador). Chegou uma pessoa que tem a boa intenção, a experiência e o passado que vocês conhecem pra contribuir e para chegar ao objetivo - disse.

O novo treinador do Corinthians também aproveitou para agradecer ao presidente Andrés Sanchez e ao seu empresário, Gilmar Veloz, pelo sucesso na liberação do Al Wahda, clube que Tite trabalhava nos Emirados Árabes.

- O Gilmar Veloz é uma pessoa extraordinária e eu trabalhei com o Andrés. Agradeço ao Gilmar, porque foi uma coisa muito difícil sair de lá (Emirados Árabes) - concluiu.

Tite será apresentado nesta quarta-feira no Parque São Jorge e já começará a trabalhar, visando o duelo contra o Palmeiras, domingo, no Pacaembu.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Com a volta do G4, nove times buscam vaga na Libertadores



O disputado G4 (grupo dos quatro times classificados para a Libertadores) do Campeonato Brasileiro voltou. Nesta segunda-feira, a Conmebol aprovou mais uma vaga para times brasileiros no torneio, permitindo ao quarto colocado do Brasileirão se classificar para a competição continental. Como Santos e Internacional já estão classificados, nove equipes entram na briga pela vaga a partir de agora.


A decisão reavê a medida tomada no mês passado, quando a entidade retirou uma das vagas do Brasil na competição por conta de o campeão da edição de 2010 ter sido um clube brasileiro (Internacional).

Com isso, a briga por um lugar no torneio sul-americano deve pegar fogo. Times como Cruzeiro, Fluminense e Corinthians, que ocupam as primeiras posições neste momento, terão maiores chances matemáticas de classificação. A Raposa tem 97% de chance de se participar do torneio, e o Tricolor Carioca possui 95%. Já o Timão tem 78% de chances de disputar a Libertadores pelo segundo ano seguido. Outras equipes que estão na intermediária também ganham mais fôlego por uma vaga, como o Palmeiras e o São Paulo.


Se o Brasileiro acabasse hoje, a quarta vaga ficaria com o Atlético-PR, time que ocupa a sexta posição atrás de Internacional e Santos, que estão garantidos na Libertadores por conta dos títulos conquistados esse ano (Libertadores e Copa do Brasil, respectivamente). No entanto, o Grêmio (40%) tem mais chances de se classificar do que o Furacão (36%), segundo dados do matemático Tristão Garcia.


Confira aqui os últimos jogos de todos os candidatos a uma vaga na Libertadores de 2011 e a situação de cada um no Campeonato Brasileiro, além das chances matemáticas de cada equipe:

1º - CRUZEIRO - 54 pontos
Chances de classificação: 97%


Próximos jogos

24/10 - Atlético-MG - João Havelange
30/10 - Grêmio-PP - Eduardo José Farah
3/11 - São Paulo - João Havelange
7/11 - Vitória - Barradão
14/11 - Corinthians - Pacaembu
21/11 - Vasco - João Havelange
28/11 - Flamengo - Engenhão
5/12 - Palmeiras - João Havelange

Mesmo com a derrota para o Grêmio, no domingo, o Cruzeiro vive a sua melhor fase no Brasileirão. É líder da competição a duas rodadas e tem um dos melhores jogadores da competição: o argentino Montillo. Dificilmente ficará de fora da Libertadores do ano que vem.

2° - FLUMINENSE - 53 pontos
Chances de classificação: 95%


Próximos jogos

24/10 - Atlético-PR - Arena da Baixada
28/10 - Grêmio - Engenhão
3/11 - Internacional - Beira-Rio
7/11 - Vasco - Engenhão
14/11 - Goiás - Engenhão
21/11 - São Paulo - Morumbi
28/11 - Palmeiras - Pacaembu
5/12 - Guarani - Engenhão

Liderou o campeonato durante muito tempo, mas as lesões de Emerson, Fred e Deco diminuíram o aproveitamento do time. No domingo, tinha a chance de chegar na liderança novamente com a derrota do Cruzeiro, mas empatou com o Botafogo. Com o G4 novamente, deve ficar com uma das vagas.

3° - CORINTHIANS - 50 pontos
Chances de classificação: 78%


Próximos jogos

24/10 - Palmeiras - Pacaembu
27/10 - Flamengo - Engenhão
3/11 - Avaí - Pacaembu
7/11 - São Paulo - Morumbi
14/11 - Cruzeiro - Pacaembu
21/11 - Vitória - Barradão
28/11 - Vasco - Pacaembu
5/12 - Goiás - Serra Dourada

Até sete rodadas atrás era o favorito ao título, mas as lesões de jogadores como Jorge Henrique e Chicão, além da saída do técnico Adilson Batista resultaram em um jejum de vitórias que dura até hoje. Com isso, o clube entrou em crise, e a torcida que apoiou o time no ano todo, protestou contra vários jogadores. Com o G4, fica com chances enormes de classificação.


4° - SANTOS - 48 pontos
CLASSIFICADO (Campeão da Copa do Brasil)


Próximos jogos

24/10 - Grêmio Prudente - Vila Belmiro
30/10 - Internacional - Beira-Rio
3/11 - Vitória - Vila Belmiro
7/11 - Atlético-MG - Sete Lagoas
14/11 - Grêmio - Vila Belmiro
21/11 - Goiás - Serra Dourada
28/11 - Avaí - Ressacada
5/12 - Flamengo - Vila Belmiro

Passou por uma grande turbulência após a saída de Dorival Júnior, mas retornou a briga com o interino Marcelo Martelotte. Porém, já tem a vaga para a Libertadores garantida por causa do título da Copa do Brasil.

5° - INTERNACIONAL - 47 pontos
CLASSIFICADO (Campeão da Libertadores 2010)


Próximos jogos

24/10 - Grêmio - Olímpico
30/10 - Santos - Beira-Rio
3/11 - Fluminense - Beira-Rio
7/11 - Atlético-GO - Serra Dourada
14/11 - Avaí - Beira-Rio
21/11 - Botafogo - Engenhão
28/11 - Vitória - Beira-Rio
5/12 - Grêmio Prudente - Eduardo José Farah

Corre por fora na briga pelo título. No entanto, já conquistou a Libertadores esse ano, o que lhe garante a vaga do torneio continental de 2011. No final deste ano, ainda disputa o mundial em Dubai.

6° - ATLÉTICO-PR - 46 pontos
Chances de classificação: 36%


Próximos jogos

24/10 - Fluminense - Arena da Baixada
28/10 - São Paulo - Arena Barueri
4/11 - Palmeiras - Arena da Baixada
7/11 - Flamengo - Engenhão
14/11 - Grêmio Prudente - Arena da Baixada
24/11 - Grêmio - Olímpico
28/11 - Ceará - Castelão
5/12 - Avaí - Arena da Baixada

Cresceu de um tempo para cá e já está colado nos primeiros colocados. É muito forte jogando em casa, mas não mantém a regularidade longe de Curitiba. Com o G4, se torna um candidato forte também.

7° - GRÊMIO - 46 pontos
Chances de classificação: 40%


Próximos jogos

24/10 - Internacional - Olímpico
28/10 - Fluminense - Engenhão
4/11 - Goiás - Serra Dourada
7/11 - Ceará - Olímpico
14/11 - Santos - Vila Belmiro
21/11 - Atlético-PR - Olímpico
28/11 - Guarani - Brinco de Ouro
5/12 - Botafogo - Olímpico

O Grêmio cresceu depois da chegada do técnico Renato Gaúcho. O time, que estava beirando a zona de rebaixamento do campeonato, arrancou na tabela e já começa a colar nos líderes. Com a vitória sobre o Cruzeiro, no domingo, empatou em número de pontos com o Atlético-PR. Tem duelos diretos e em casa, o que pode ajudar a classificar para a Libertadores.

8° - BOTAFOGO - 45 pontos
Chances de classificação: 21%


Próximos jogos

23/10 - Vitória - Engenhão
30/10 - Atlético-MG - Arena da Jacaré
3/11 - Atlético-GO - Engenhão
7/11 - Avaí - Ressacada
14/11 - Ceará - Castelão
21/11 - Internacional - Engenhão
28/11 - Grêmio Prudente - Engenhão
5/12 - Botafogo - Olímpico

O Botafogo também esteve flertando com a liderança até algumas rodadas atrás, no entanto, uma sequência de empates fez com que o time caísse na tabela. Ainda está vivo na briga pela Libertadores.

9° - SÃO PAULO - 44 pontos
Chances de classificação: 16%

Próximos jogos

24/10 - Ceará - Castelão
28/10 - Atlético-PR - Arena Barueri
3/11 - Cruzeiro - João Havelange
7/11 - Corinthians - Morumbi
14/11 - Vasco - São Januário
21/11 - Fluminense - Morumbi
28/11 - Atlético-GO - Serra Dourada
5/12 - Atlético-MG - Morumbi

Como acontece nos últimos, reacordou na reta final do Brasileirão após uma crise intensa. Desde a chegada de Paulo César Carpegiani o time se reencontrou e vem mantendo boas atuações. Domingo, quebrou um jejum de vitórias sobre o Santos e é um dos candidatos fortes a uma vaga na Libertadores.

10° - PALMEIRAS - 44 pontos
Chances de classificação: 14%


Próximos jogos

24/10 - Corinthians - Pacaembu
30/10 - Goiás - Arena Barueri
4/11 - Atlético-PR - Arena da Baixada
7/11 - Guarani - Arena Barueri
14/11 - Atlético-GO - Serra Dourada
21/11 - Atlético-MG - Pacaembu
28/11 - Fluminense - Pacaembu
5/12 - Cruzeiro - João Havelange

Embora desminta publicamente, o Palmeiras já pensa sim em participar da Libertadores do ano que vem. O time não perde a sete jogos e cresceu muito de qualidade nas últimas rodadas. No entanto, não tem elenco suficiente. Sem Kleber, Valdivia e Marcos Assunção, a equipe fica sem peças de reposição. Talvez consiga a vaga por causa da Sul-Americana, já que Felipão é tradicionalmente um técnico copeiro.

11° - VASCO - 41 pontos
Chances de classificação: 2%


Próximos jogos

24/10 - Flamengo - Engenhão
30/10 - Vitória - Barradão
3/11 - Grêmio Prudente - São Januário
7/11 - Fluminense - Engenhão
14/11 - São Paulo - São Januário
21/11 - Cruzeiro - João Havelange
28/11 - Corinthians - Pacaembu
5/12 - Ceará - São Januário

É o time que tem menos chances. Empatou em muitos jogos que poderia ter vencido, como contra o Grêmio, em São Januário, semana retrasada. A tabela também não ajuda, já que enfrenta equipes do porte de Fluminense, Cruzeiro, São Paulo e Corinthians.

*Números do matemático Tristão Garcia

Conmebol revê decisão e Brasileirão volta a ter G4



A proposta brasileira em recuperar uma vaga para a Copa Libertadores de 2011 foi acatada pela maioria dos presidentes das federações que compõem a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).

Em reunião do comitê executivo da entidade, em Luque, no Paraguai, nesta segunda-feira, ficou decidido pelo retorno do G4 do Brasileirão. Desta forma, o futebol brasileiro vai contar com seis representantes na Copa Libertadores de 2011. Caso algum brasileiro vença a Copa Sul-Americana, este número sobe para sete. Santos, campeão da Copa do Brasil, e Internacional, atual campeão da Libertadores, já têm o passaporte carimbado para a próxima edição.

A proposta foi encampada por Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após pressão por parte dos clubes diretamente atingidos pela medida.

Em entrevista exclusiva concedida Nicolás Leoz, presidente da Conmebol, havia ironizado sobre o súbito interesse dos brasileiros pela competição sul-americana. Segundo o dirigente paraguaio, nosso clubes demoraram para dar uma dimensão exata da grandeza do torneio continental.

Thiago Heleno vira opção de contratação na Lazio



Muito criticado pela torcida corintiana, o zagueiro Thiago Heleno pode estar de saída do Timão. Conhecido internacionalmente depois do vice-campeonato da Libertadores de 2009, pelo Cruzeiro, o jogador está na mira da Lazio (ITA), líder do Campeonato Italiano.

De acordo com nota publicada no site "lalaziosiamonoi.it", da Itália, Thiago Heleno seria uma alternativa caso a contratação de Miranda, do São Paulo, não seja concretizada.

Titular no Cruzeiro comandado por Adilson Batista, o zagueiro foi indicado pelo técnico e chegou como o último reforço do Timão para o ano do centenário. Sem nenhuma vitória conquistada nas quatro partidas em que disputou desde o início, virou alvo de protestos da Fiel.

Ainda segundo o site, o jogador de 22 anos está avaliado em cerca de 3 milhões de Euros.

domingo, 17 de outubro de 2010

Veja como foi a primeira passagem de Tite no Corinthians

Tite é o novo técnico do Corinthians. O treinador aceitou a missão de comandar a equipe na busca pelo título do Brasileirão. Ele é um velho conhecido da torcida do Timão. Dirigiu o clube entre 2004 e 2005 e, apesar de não ter vencido nenhum campeonato, conquistou o carinho da Fiel e dos jogadores que comandava.

Tite chegou ao Corinthians em 28 de maio de 2004 após a demissão do técnico Oswaldo de Oliveira, que sofreu uma goleada por 5 a 0 para o Atlético-GO, no Pacaembu. Sua primeira partida no Alvinegro foi no dia 30 de maio, um empate com o São Paulo em 1 a 1, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Na ocasião, o Timão ocupava apenas a 18ª posição da tabela e estava a apenas dois pontos da zona de rebaixamento. Mas o treinador conseguiu recuperar o time e terminou o campeonato na quinta posição.

A chegada da MSI, no início de 2005, foi decisiva para a saída de Tite do Corinthians. Ainda antes da parceria se confirmar, o técnico, descontente com a aproximação entre a empresa e Vanderlei Luxemburgo, já afirmava que não continuaria no Timão caso o acordo se concretizasse. Porém, após a assinatura da parceria, os jogadores pediram a manutenção de Tite no cargo e o treinador continuou no comando da equipe.

Porém, não por muito tempo. A MSI deixava claro que Tite não era o seu técnico do sonhos e o treinador acabou sendo demitido em 28 de fevereiro, após a derrota para o São Paulo por 1 a 0, na décima rodada do Paulistão. Daniel Passarella assumiu a equipe no seu lugar.

Nos 51 jogos que esteve a frente do comando técnico do Corinthians, Tite conseguiu 24 vitória, 15 empates e 12 derrotas, com 61 gols a favor e 44 contra.

Roberto Carlos critica torcedores em treinos

Após o empate em 0 a 0 entre Corinthians e Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, o lateral-esquerdo Roberto Carlos criticou a atitude da torcida corintiana que foi ao CT Joaquim Grava na sexta-feira e no Parque São Jorge no sábado para protestar contra alguns jogadores e exigir uma melhora no rendimento.

O camisa 6, que foi um dos corintianos a conversar com os torcedores, afirmou que ficou assustado com a ação.

- Eu falei com os meus companheiros, estou assustado, porque quando joguei lá fora não tinha nada disso. Temos de perder este costume, eu não aceito muito que a torcida cobre no nosso local de trabalho. No jogo, sim, tem de vir e cobrar, mas no local de trabalho, não. A gente não gosta porque quando é direcionado para alguns amigos nossos no elenco, ficamos triste. Vamos vencer para reivindicar - disse o lateral.

Entretanto, apesar de afirmar que não aceita o tipo de cobrança que foi sofrida pelos atletas, Roberto Carlos amenizou a relação com a torcida corintiana. Além de apontar uma forma para melhorar o clima com os torcedores.

- Temos de perder o costume, mas entendemos o nosso torcedor, ele vai no jogo, apóia, guarda um dinheirinho só para ver o jogo, então temos de pensar neles. Vamos começar a ganhar para mudar isso. Vamos tentar reorganizar o time dentro e fora de campo que o nosso torcedor comparece - completou.

Com dois gols anulados, Ronaldo reclama do juiz




Autor dos dois gols anulados do Corinthians contra o Guarani neste domingo, Ronaldo protestou da arbitragem após a partida. Para o Fenômeno, o árbitro Sálvio Spinola Fagundes Filho estava perdido em campo.

- Falar o que (da arbitragem), meu Deus? Estamos ali para fazer (o gol) e hoje a arbitragem foi péssima. No meu modo de ver, (o árbitro) estava perdido no jogo em vários momentos, dois gols anulados. Está todo mundo sujeito.. - reclamou.

O Fenômeno também apontou a sua "falta de técnica em jogadas aéreas" pelo empate sem gols. Aos 25 minutos do segundo tempo, Danilo cruzou na cabeça do atacante, que sozinho com Douglas, mandou para fora, em um dos lances mais incríveis da partida.

- Podia ter sido melhor se fosse melhore tecnicamente de cabeça, então este realmente é gol perdido. Os outros foram feitos que não validaram, foi bom, não é o melhor possível, mas está bom - afirmou.

No fim, Ronaldo elogiou a postura do Timão no jogo. O resultado deste domingo pode fazer o Corinthians sair pela primeira vez do G3 da competição, já que o Santos pode ultrapassar o Timão ainda este domingo. Foi também a sétima partida sem vitória no campeonato.

- Hoje já teve uma evolução de atitude e é isso... - finalizou.

Guarani 0x0 Corinthians



Nem a volta de Ronaldo nem os protestos da torcida durante a semana serviram para o Corinthians voltar a vencer no Brasileirão. Neste domingo, o Timão não passou de um empate em 0 a 0 contra o Guarani, no Brinco de Ouro, e completou a sétima partida sem vitória no campeonato. O título está cada vez mais distante...

A partida foi marcada pelo excesso de gols perdidos pelo time alvinegro e também por dois erros da arbitragem que definiram o resultado. Ronaldo marcou dois gols legais no primeiro tempo que foram anulados pelo bandeira Ednilson Corona, e que gerou muita reclamação dos corintianos após o jogo.

O empate levou o Corinthians aos 50 pontos, permanecendo na terceira colocação do Campeonato Brasileiro, quatro pontos atrás do Cruzeiro. No entanto, o Timão pode ser ultrapassado pelo Santos, que tem 48 pontos e joga contra o São Paulo às 18h30. Já o Bugre está na 14ª colocação, com 35 pontos conquistados.

O jogo

A pressão da torcida durante a semana e a volta de Ronaldo fizeram o Corinthians iniciar a partida a todo vapor. E logo no primeiro minuto de jogo, Matías Defederico fez questão de mostrar isso. O argentino recebeu em profundidade e chutou cruzado, mas Márcio Careca desviou para escanteio.

Aos cinco, foi a vez do Fenômeno aparecer. Após cruzamento de Roberto Carlos, o atacante tocou na bola, que bateu no goleiro e novamente no camisa 9 antes de entrar devagarzinho no gol. Ronaldo já comemorava quando viu a bandeira de Ednilson Corona apontar o impedimento erradamente. Um minuto depois, R9 recebeu sozinho, fintou o zagueiro e chutou forte, mas a defesa bugrina afastou.

Apesar da blitz alvinegra, foi o Bugre quem teve a chance mais clara da etapa inicial. Fabão cabeceou depois de cruzamento e Chicão, em cima da linha, tirou o que seria o gol da equipe campineira.

Aos 19, Ronaldo marcou seu segundo gol. E pela segunda vez o juiz anulou incorretamente. Moacir recuperou a bola no canto da área e cruzou para o centroavante, que mandou de primeira para o gol. O Fenômeno correu para o abraço, mas o árbitro correu para apitar o impedimento.

A partir daí o jogo, que estava quente, foi se esfriando. Aos 25, Diego Barboza chutou cruzado da esquerda e Julio César salvou. Aos 28 foi a vez de Paulinho, em uma jogada parecida, exigir boa defesa de Douglas. Um minuto depois, Chicão aproveitou a sobra no cruzamento e tentou duas vezes, mas o arqueiro bugrino salvou.

- É um resultado perigoso. Precisamos fazer o gol... - alertou o volante Ralf, antes de descer para os vestiários, no intervalo.

O perigo continuou na etapa final. Logo no primeiro minuto, Chicão tirou dos pés de Diego Barboza o que poderia ser o primeiro gol do jogo. Aos 6, o mesmo Barboza chutou de fora da área e a bola passou raspando a trave direita de Julio Cesar.

Apagado, o Corinthians ressurgiu com Ronaldo, aos 25, em um dos lances mais impressionantes do jogo. Danilo cruzou na cabeça do Fenômeno que, na frente de Douglas, cabeceou para fora. Mas aos 28, Moacir perdeu um dos gols mais incríveis do Brasileirão. R9 tocou para o camisa 28, que na pequena área se atrapalhou com a bola e perdeu a chance, para desespero da Fiel.

O jogo voltou a ficar quente depois dos 30 minutos. Aos 36, Reinaldo cabeceou com muito perigo após cruzamento de Victor Junior. Aos 39, Paulinho mandou no travessão, depois de tocar por cima do goleiro.

O Corinthians sufocou no final, mas não conseguiu chegar a vitória. O Guarani também ameaçou em duas boas jogadas de Mazola, mas a defesa alvinegra bloqueou as tentativas bugrinas.


O próximo compromisso do Timão é o clássico contra o rival Palmeiras, no próximo domingo, no Pacaembu. Já o Guarani recebe o Atlético-GO, no sábado, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 0 X 0 CORINTHIANS

Estádio: Brinco de Ouro, Campinas (SP)
Data/hora: 17/10/2010 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (Fifa-SP)
Auxiliares: Ednilson Corona (SP) e Osny Antonio Silveira (SP)
Renda/público: Não disponíveis
Cartões amarelos: Moacir, Elias e Ralf (COR) Mazola e Victor Junior (GUA)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: -

GUARANI: Douglas; Rodrigo Heffner (Apodi 22'/2°T), Fabão, Aílson, Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Preto (Mário Lúcio 30'/2°T), Diego Barboza (Victor Junior - 29'/2°T); Mazola e Reinaldo. Técnico: Vagner Mancini

CORINTHIANS: Julio Cesar; Willian, Chicão e Castán; Moacir, Ralf, Paulinho, Elias e Roberto Carlos (Danilo - 22'/2/T); Defederico (Iarley 24'/2°T) e Ronaldo. Técnico: Fábio Carille.

Tem que ser homem pra jogar no Coringão...





Atlético Mg: Agora está nas mãos de Deus, diz presidente



O que é preciso para formar um time campeão? Salário em dia? Estrutura? Bons jogadores? Técnico de ponta? O Atlético-MG apostou nestes ingredientes na tentativa de conquistar o título brasileiro, que chegou perto em 2009. Mas não deu certo. Pior, o time está na zona de rebaixamento há 20 rodadas.

Por isso, o presidente Alexandre Kalil, no cargo desde novembro de 2008, não sabe mais o que fazer para evitar nova tragédia.

– Agora está nas mãos de Deus. Eu não posso fazer mais nada. Posso pagar o salário dia 1, manter a ordem, disciplina. Ele (Deus) vai ter de me ajudar – pediu.

Hoje, a ajuda dos céus pode chegar. O Galo tem a chance de sair da zona de rebaixamento, caso ganhe do Avaí, em casa, e Atlético-GO ou Vitória não vençam.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Pressão da Fiel já tirou ídolos do clube, mas Souza não deixará saudade



Se dentro do campo a torcida corintiana é considerada o 12º jogador da equipe - pelo apoio dado tanto nos momentos de glória como nos de crise -, fora dele a Fiel é protagonista em diversas saídas conturbadas de atletas do clube. Marcado por má atuações e gols perdidos com a camisa do Timão, o atacante Souza negocia com a diretoria sua rescisão contratual e deve ser mais um a deixar o clube depois de brigas com a torcida.

Contratado em 2009 com a dura missão de substituir Ronaldo nos partidas em que o Fenômeno precisasse ser poupado, o atacante não foi nem sombra daquele que foi o artilheiro do Brasileirão de 2006, pelo Goiás, com 17 gols marcados. Em 72 jogos disputados pelo Timão, Souza não superou nem ao menos a marca alcançada no clube goiano: foram somente 13 gols marcados.

Nesta sexta-feira, cerca de 50 torcedores estiveram no Centro de Treinamento Joaquim Grava para protestar contra a má sequência de resultados e a queda de rendimento no Nacional. Em faixa estendida na porta do CT, o atacante foi um dos principais alvos da Fiel, que chegou a pedir sua saída.

No entanto, o caso de Souza não é isolado. Nos cem anos de História do Corinthians, muitos atletas já deixaram o clube depois de desavenças com a torcida. Entre eles, estão inclusive alguns dos maiores ídolos do clube, e que tinham grande identificação com a torcida. Confira o levantamento realizado pelo LANCENET!:

Rivellino (1974)
Roberto Rivellino é considerado até hoje um dos melhores jogadores que vestiram a camisa do Corinthians. Apesar da técnica apurada, belos passes e precisão em cobranças de falta com a perna esquerda, o Reizinho do Parque era muito cobrado pela escassez de títulos que o time vivia desde 1954.

O ápice da indignação da torcida com o meia aconteceu em 1974, quando o Corinthians precisava de um empate com o Palmeiras na final do Campeonato Paulista para se sagrar campeão estadual. Porém, o Verdão venceu por 1 a 0 com péssima atuação do camisa 10, que atuou quase como um defensor durante toda a partida.

Acusado de falta de comprometimento e individualismo pela torcida, foi negociado com o Fluminense, onde marcou três gols contra o ex-clube logo em sua estreia. Pelo clube carioca, conquistou títulos, coisa que não conseguiu no Corinthians.

Edílson (2000)
Mesmo já tendo atuado no arquirrival Palmeiras, Edílson foi o grande nome do time corintiano na conquista do Mundial de Clubes da Fifa, de 2000 e dos dois títulos brasileiros, conquistados em 98 e 99. Levou a Fiel à loucura na final do Campeonato Paulista de 1999, quando Corinthians e Palmeiras empatavam em 2 a 2, resultado que dava a taça ao Timão, e numa jogada na lateral começou a fazer embaixadinhas e deixando os jogadores adversários irados, iniciando uma briga generalizada no campo.

No entanto, os torcedores esqueceram todos os títulos e provocações aos rivais depois que o Corinthians foi eliminado da Libertadores de 2000 nas semifinais, pelo próprio Palmeiras. Na ocasião, o camisa 10 optou por não participar das cobranças de pênalti. O Timão foi eliminado e na mesma semana Edílson foi encurralado por vários torcedores no estacionamento do Parque São Jorge, tendo que sair com a ajuda de vários seguranças. Sem clima, foi negociado com o Flamengo.

Marcelinho Carioca (2001)
O camisa 7 é o maior ídolo da história recente do Corinthians. Conquistou dez títulos, teve atuações brilhantes e sempre foi adorado pela torcida. No entanto, da mesma maneira que tinha talento com a bola nos pés, tinha para criar polêmicas. Na maior delas, brigou com Ricardinho em 2001 e saiu do clube pela porta dos fundos, encerrando uma geração vitoriosa.

Marcelinho voltou a jogar no Corinthians em 2006, depois de uma negociação estranha em que ele foi contratado para abater uma dívida financeira com o clube e saiu alguns meses depois com dinheiro para receber da diretoria. Ainda brigou com o volante argentino Mascherano e com o técnico Emerson Leão, antes de ser demitido.

Em 2010, foi anunciado como "Embaixador do Centenário", e fez seu jogo de despedida contra o Huracán (ARG), com vitória por 3 a 0.

Ricardinho (2002)
Um dos jogadores que mais conquistaram títulos pelo Timão (sete ao todo), Ricardinho era o grande xodó da Fiel torcida, ao lado de Marcelinho Carioca. No clube desde 1998, vindo do Paraná, foi convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo da Coreia e Japão em 2002.

Logo após voltar do Mundial, aceitou uma proposta do rival São Paulo de 2 milhões de reais, sendo na época a maior transação entre clubes brasileiros da história. A torcida é claro, não deixou de mostrar sua indignação com o meia. No primeiro jogo dele contra o Corinthians, foi xingado de "mercenário" e vaiado durante toda a partida.

Em 2006, voltou ao clube para a disputa da Libertadores da América. Mesmo com boas atuações, o time fracassou e ele foi negociado com o Besiktas (TUR).

Carlitos Tevez (2006)
Contratado junto ao Boca Juniors (ARG) pela MSI, parceira do Corinthians na época, o atacante argentino caiu rapidamente nas graças da Fiel por seu estilo raçudo em campo. Logo no seu primeiro ano pelo clube, conquistou o polêmico Campeonato Brasileiro daquele ano, marcado pela escândalo de corrupção da arbitragem.

No ano seguinte, era o grande nome do Timão para a Libertadores da América, mais caiu para o River Plate (ARG) nas oitavas de final, frustrando mais uma vez a nação alvinegra. A partir daí a relação entre o argentino e a torcida começou a se estreitar, e teve seu auge em um jogo contra o Fortaleza, quando Tevez marcou um gol e mandou a torcida ficar em silêncio. Na saída do estádio, seu carro foi chutado e o jogador recebeu muitos xingamentos. Com medo de continuar no clube e das represálias dos torcedores, foi negociado com o West Ham (ING), logo após a Copa da Alemanha. Mesmo com saída conturbada, é considerado até hoje um dos maiores ídolos da história do clube.

Coelho (2006)

A traumática eliminação na Libertadores de 2006 também fez outra vítima no Parque São Jorge. Revelado nas categorias de base do Corinthians, o lateral-esquerdo Coelho chegou a fazer boas partidas pelo clube. No entanto, na semifinal da competição sul-americana, no Pacaembu, o Timão vencia o River Plate (ARG) por 1 a 0 quando o lateral-esquerdo desviou um cruzamento contra a própria meta, empatando a partida.

Com a derrota por 3 a 1 e a consequente eliminação, Coelho foi emprestado ao Atlético-MG. Retornou ao Corinthians em 2008, e depois de ser vaiado pela torcida em todos os jogos, foi negociado em definitivo com o time mineiro.

O Brinco vale ouro




O Guarani vai vender o seu maior patrimônio, o Estádio Brinco de Ouro da Princesa. Esta foi a única maneira que o clube encontrou para se ver livre de uma dívida de R$ 121 milhões, consequência de uma série de ações trabalhistas e empréstimos bancários.

Já foram apresentadas algumas propostas, mas uma em especial chamou a atenção da direção do clube. O banco Santander enviou uma oferta de compra de aproximadamente R$ 230 milhões para implodir a construção e explorar o terreno, que fica localizado em uma região nobre de Campinas.

Com a intenção de construir um condomínio de alto padrão no local, a instituição quer investir na região que é uma das mais procuradas em Campinas. Os imóveis ao lado do Brinco de Ouro custam, em média, R$ 350 mil cada.

Em contrapartida, o Guarani precisa ainda obter a licença da prefeitura de Campinas para alterar o zoneamento da área. O poder público alega que o local não é próprio para a construção de mais residências, principalmente pelas enchentes que costumam acontecer.

A venda do estádio não é consenso entre os torcedores. Alguns são contrários, principalmente pelo simbolismo do estádio, que foi palco de duas finais de Campeonato Brasileiro. Outros, no entanto, entendem que o local tornou-se um "elefante branco", e o comparecimento de público é muito baixo. O Guarani tem a segunda pior média do atual Brasileirão, com pouco mais de 6.500 torcedores por jogo.

Enquanto o impasse continua, o Bugre caminha para completar cem anos no próximo dia 2 de abril de 2011 à espera de modernização.

E no futuro? Clube conta com ajuda para erguer nova arena

A venda do terreno do Brinco de Ouro para quitar a dívida milionária do clube deixa a torcida do Guarani com dúvidas: o que irá acontecer com o Bugre? Onde a equipe mandará seus jogos pelos Campeonatos Paulista (Série A2) e Brasileiro (Primeira Divisão)?

Caso a venda para o banco Santander se concretize, o Guarani afirma que a instituição se comprometerá, no contrato de repasse a ser assinado, de ajudar financeiramente o clube a erguer uma nova praça esportiva. Além de uma arena, na região do distrito de Barão Geraldo (localizado próximo à Rodovia D.Pedro I), seria feito também um novo centro de treinamento.

O clube afirma ainda que o banco disponibilizará uma ajuda de R$ 30 milhões ao Guarani para auxiliar na reformulação do elenco, contratando jogadores mais qualificados para disputar a elite do futebol brasileiro. Essas contrapartidas seriam dadas justamente por conta do alto valor estimado do terreno onde está o Brinco.

A reportagem apurou que, ainda segundo o contrato, enquanto a nova arena não for erguida não acontecerá a demolição do Brinco de Ouro. Sendo assim, o Guarani continuaria mandando os jogos no seu tradicional estádio até que o novo endereço esteja apto a receber as partidas bugrinas.

Momentos marcantes

1978 - Final do Campeonato Brasileiro - Guarani x Palmeiras
Em 13 de agosto de 1978, o Guarani conquistou no Brinco seu primeiro e único título Brasileiro, ganhando do Palmeiras por 1 a 0, com gol de Careca, reveleção do Bugre à época.

1982 - Maior público do Brinco de Ouro - Guarani x Flamengo
Em 15 de abril de 82, o Brinco de Ouro recebeu o maior público da sua história. No jogo do Brasileiro, entre Guarani e Flamengo, 52 mil pessoas assistiram Zico marcar o único gol da partida.

1986 - Final do Campeonato Brasileiro - Guarani x São Paulo
O São Paulo foi campeão brasileiro naquele ano, disputando a final nos pênaltis com o Guarani, após empate por 3 a 3 no tempo normal. Quem converteu uma das cobranças foi o mesmo Careca, de 1978, jogador revelado pelo Guarani.

1988 - Final do Campeonato Paulista - Guarani x Corinthians
Final do Paulista, o Corinthians ganhou do Guarani na prorrogação com um gol do atacante Viola. Esta foi a primeira vez que o jogador foi escalado para entrar na equipe titular e marcou o gol do título.

Fotos: Protestos no CT Joaquim Grava





Souza pede dispensa até segunda-feira



Souza foi o alvo principal do protesto de cerca de 50 torcedores corintianos na tarde desta sexta-feira, no Centro de Treinamento Joaquim Grava. E parece ter sentido a pressão. Sabedor do clima hostil que o aguardava, o atacante não foi treinar e, por telefone, pediu dispensa à diretoria até a próxima segunda-feira e, prontamente, foi atendido.

A dispensa deve ser apenas o primeiro passo de uma rescisão contratual que torna-se iminente após o gesto de Souza na partida contra o Vasco, quando fez o símbolo de uma das torcidas organizadas do Flamengo. Esse foi o motivo principal da bronca dos torcedores organizados, que aproveitaram a visita ao CT para cobrar outros jogadores após os seis jogos sem vitória.

O contrato de Souza com o Corinthians termina no dia 31 de dezembro e, certamente, não será renovado. No Parque São Jorge, o atacante não foi bem. Em 72 jogos, fez apenas 13 gols.